Pouco antes de Sua morte na cruz, Jesus falou aos Seus discípulos a respeito do que iria acontecer a eles quando Ele retornasse aos céus. Uma das coisas que disse foi: “ ... No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (João 16.33). Após ter dito essas palavras, Jesus orou: “ ... Pai Santo guarda-os em Teu nome ... Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal” (João 17.11,15).
Enquanto permanecermos no mundo enfrentaremos problemas. A Bíblia nos conta que Adão e Eva foram criados como seres humanos perfeitos em um mundo perfeito. (Gênesis 2). Desfrutavam de perfeita comunhão com Deus e não tinham nenhum tipo de problema. Entretanto, Deus deu a eles o poder de escolherem obedecê-Lo e servi-Lo.
Porém, havia no mundo uma influência maligna, satanás, a quem Jesus chamou de mal (João 17.15). Ele estava no Éden sob a forma de uma serpente. A Bíblia não nos fala como ele entrou no jardim, mas nos conta em Gênesis 3 como a serpente (satanás) usou sua influência maligna para persuadir Adão e Eva a desobedecerem a Deus. Por causa da sua desobediência, Deus amaldiçoou a terra, e por causa do pecado, toda a terra e toda a humanidade foram prejudicadas. Daí surgiram a dor, o sofrimento, as lutas, os infortúnios e a necessidade de o homem trabalhar arduamente. Nos versículos 16-19 do Capítulo 3 do livro de Gênesis encontramos um registro da maldição que foi lançada sobre a terra por causa do pecado. É por causa dessa maldição que envelhecemos e morremos. Infortúnios como a fome, as inundações, os terremotos surgiram por causa do pecado, pecado esse que tornou a terra imperfeita. Por causa dele, precisamos lutar contra o vento e a tempestade, as doenças e as pragas, para obtermos alimento para o nosso sustento. É por causa do pecado que muitas crianças nascem com deficiências físicas, lesões cerebrais e outras doenças.
Quando pecamos, é uma escolha pessoal e somos individualmente responsáveis pelo nosso pecado. Em Romanos 5.12 lemos as seguinte palavras: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram”.
Esses versículos nos mostram que cada um de nós já nasce com a capacidade de pecar e que somos responsáveis pelas nossas próprias escolhas de fazer o bem ou o mal. Muitos de nossos problemas são conseqüências de atos pecaminosos que cometemos, de palavras que falamos sem pensar ou de atitudes pecaminosas como a cobiça, a inveja, ou as prioridades erradas. A Bíblia nos conta a história de um homem que esteve doente um bom tempo e que foi curado por Jesus. Mais tarde, quando Jesus o encontrou, deu-lhe o seguinte conselho: “Olha, que já estás curado: não peques mais, para que não te suceda coisa pior” (João 5.14). Aparentemente, a doença daquele homem fora o seu pecado.
Pessoas que marcam e agridem os seus corpos – ou pelo uso de drogas ou de cigarro, seja por comerem ou beberem demais, ou ainda por usá-lo imoralmente ou para qualquer outro ato de depravação – também estão sujeitas a severos problemas físicos decorrentes de suas ações. Quando pecamos por desobediência a Deus e à Sua palavra, podemos atrair certos problemas para nós mesmos, como por exemplo: lares desfeitos, relacionamentos destruídos, tristeza, sofrimento, enfermidades e até mesmo a morte. Romanos 6.23 lembra-nos que “ o salário do pecado é a morte”. Não se trata apenas da morte física, mas também da morte espiritual, que é a separação eterna de Deus.
Às vezes, a maneira como reagimos às adversidades, pode gerar mais problemas. Por exemplo, atitudes negativas ou queixas são maneiras pecaminosas de reagir às circunstâncias que enfrentamos. Quando reagimos assim, nossos problemas podem derrotar-nos e causar a perda de nossa comunhão com Deus. Se a nossa atitude for correta, ficará mais fácil transformar os nossos problemas em vitórias e o resultado será o nosso crescimento espiritual.
Contudo, a maravilhosa verdade é que Deus continua nos amando, mesmo quando pecamos. Quando confessarmos os nossos pecados e, arrependidos, pedirmos a Sua ajuda, Ele nos auxiliará a encontrar a solução para todos os nossos problemas.
Viva Jesus!
Deus lhe abençoe!
publicado por homota às 17:47