Palavras de Salvação.

pesquisar

 
Quarta-feira, 20 / 09 / 17

Todos os cristãos precisam de Teologia.

      

                                                        images1cCc.jpeg

      Durante muito tempo a teologia esteve confinada nos círculos acadêmicos. Sua linguagem técnica e seu rigor científico impediam que o público leigo, não especializado, saboreasse a boa erudição bíblica. A parte que lhe cabia era ouvir longos sermões, que nem sempre atingiam o coração dos ouvintes, muito menos sua mente.

    A distinção entre clérigos e leigos, sem dúvida, contribuiu para o surgimento desse abismo entre a teologia e os não iniciados no saber teológico. O estudo sobre Deus e sua relação com o seu povo foi se tornando cada vez mais propriedade de uma elite intelectual.

      As Escrituras, no entanto, apontam outro caminho. O povo de Deus, e não apenas uma parcela desse povo (os mestres), é chamado de “sacerdócio real”. Esse povo deve anunciar “as grandezas daquele que o chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1 Pedro 2.9). Todos estão obrigados a cumprir a Grande Comissão: fazer discípulos para o Mestre, ensinando-os a obedecer todas as coisas que Ele ordenou (Mateus 28.19,20). Todos devem renovar a mente, para experimentar a “boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12.2). Todos devem estar preparados para “responder a todo aquele que pedir a razão da esperança” que há neles (1 Pedro 3.15). Todos são instados a crescer não apenas na “graça”, mas também “no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 3.18).

     A retomada do ensino bíblico do sacerdócio de todos os crentes, no entanto, não significa que Deus não tenha capacitado especialmente alguns para exercer dons na igreja. O apóstolo Paulo afirma que Deus “designou uns como apóstolos, outros como profetas, e outros como evangelistas, e ainda outros como pastores e mestres” (Efésios 4.11). Esses especialmente capacitados, porém, não deviam guardar para si o depósito do conteúdo da fé. Eles tinham uma missão a cumprir.

publicado por homota às 02:09
Segunda-feira, 04 / 09 / 17

Quem é Jesus.- II.

Jesus Cristo é o Sumo Sacerdote do Tabernáculo verdeiro, celestial, que não foi feito por mãos humanas, onde Deus habita. Jesus conseguiu esse sacerdócio porque foi chamado por Deus e porque o seu sacrifício foi completo e perfeito. Ele é sacerdote da ordem de Melquisedeque. Não é da ordem levítica, que é transitória. Os sacerdotes levíticos eram da tribo de Levi e descendentes de Arão que foi o primeiro sumo sacerdote de Israel.

Mas Arão cometeu iniquidade contra Deus, fazendo o bezerro de ouro. Além de pecador, era mortal e os sumo sacerdotes da lei, se sucediam uns aos outros, quando morriam,porque eram pecadores. Jesus, nunca pecou e era da ordem eterna de Melquisedeque que foi sacerdote e rei de Salém e abençoou a Abraão que reconheceu a sua divindade e lhe pagou dízimo. E não necessita de sucessor, porque é eterno e a morte já não tem poder sobre Ele.

 
publicado por homota às 03:53
Este blog é feito para divulgar a Palavra de Deus, e as doutrinas e fatos da história da Igreja Cristã.

mais sobre mim

Setembro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

últ. recentes

  • Amei essa palavra.
  • A paz do Senhor, sobre o ponto 4, através dos estu...
  • esqueceram da ultima aliança através do profeta Mo...
  • Rapaz tua mente esta cauterizada, você esta fudido...
  • Texto maravilhoso me emocionei muitoObrigado a que...
  • Olá boa noite a paz de Cristo !! Gostaria de saber...
  • Jesus nosso salvador
  • O que vc falou é a pura verdade gostei.ainda tem...
  • Gostaria que tivesse a opção partilhar no whatsap!
  • Minha Mãe muito amada hoje está junto ao Senhor.De...

tags

todas as tags

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro