O Novo Testamento não ensina que a mulher é inferior ao homem. “Não existe diferença entre ... homens e mulheres; todos vocês são um só por estarem unidos em Cristo Jesus” (Gálatas 3.28 NTLH). Nesse versículo são mencionados os escravos, as pessoas livres, os judeus, os gregos e também o homem e a mulher. Ele ensina que Cristo aceita igualmente todas as pessoas, mesmo que sejam diferentes umas das outras. A autoridade do marido é uma questão de responsabilidade e de uma hierarquia bem organizada. Em toda comunidade é necessário haver liderança e Deus escolheu o homem para ser o líder da família.
Para haver um líder é preciso haver seguidores. É papel da esposa seguir a liderança do seu marido, sendo submissa a ele. “Como, porém, a Igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seus maridos” (Efésios 5.24). “As mulheres devem ser submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da Igreja” (Efésios 5.22,23), respeitando o seu marido (5.33), como convém ao Senhor (Colossences 3.18). Pense bem nisso: ela deve comprometer-se e entregar-se ao seu cônjuge da mesma forma que se compromete e se entrega ao Senhor. A esposa cristã deve ter a maior estima por seu marido: deve honrá-lo, preferir sua companhia à de outras pessoas e admirá-lo. E caso seu marido não seja crente, “para que ele seja ganho, através do seu procedimento, sem precisar dizer palavra alguma” (1 Pedro 3.1). Isso quer dizer que o exemplo de uma vida coerente com os princípios bíblicos, é capaz de ganhar um marido não crente, sem necessidade de dizer nada.
Em Tito 2.3-5 encontramos outras responsabilidades das esposas.. Trata-se daquilo que as mulheres idosas devem ensinar às mais novas. Entretanto, as mais experientes precisam cuidar para que suas vidas sejam, de fato, exemplos. Precisam “ser sérias no seu proceder, não caluniadoras , não escravizadas a muito vinho, mestras do bem, afim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e seus filhos, a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a Palavra de Deus não seja difamada” (Tito 2.3-5). Só assim poderão ensinar às mais novas.
Viva Jesus!
Deus lhe abençõe!
publicado por homota às 12:04